Cogumelos

Cá em casa eu sou uma grande fã de cogumelos.
Andei a pesquisar um pouco e descobri que estes fungos são um tipo especial de organismo que não tem raízes, folhas, flores ou sementes. Ainda que cultivados, os cogumelos crescem de forma selvagem por muitas regiões do mundo.
Pensa-se que existam 4500 espécies de cogumelos no mundo, em Portugal estão identificadas 300 espécies, e dentro destas poucas são comestíveis.Segundo informações do Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares, em Portugal, os principais tipos comercializados são o cogumelo branco (também conhecido por champignon de Paris), o shiitake(cogumelo preto do Japão), o cogumelo castanho e o cogumelo silvestre.




A seguinte informação é daqui: https://nutrimento.pt/noticias/cogumelos-super-alimentos-de-outono/

Este alimento é uma boa fonte de vitaminas do complexo B, nomeadamente riboflavina (vitamina B2), niacina (vitamina B3) e ácido pantoténico (vitamina B5). Curiosamente, os cogumelos silvestres são praticamente a única fonte alimentar de origem não animal a fornecer vitamina D. Os cogumelos fornecem quantidades muito apreciáveis de potássio, um mineral de grande importância na regulação da pressão arterial, na redução do risco de doença renal, doença coronária e que pode, provavelmente, ter um papel importante na melhoria do estado de saúde dos doentes diabéticos. Para além disto, este alimento é ainda uma boa fonte de fósforo, selénio e cobre. Realce-se o papel do selénio (100g de cogumelos fornecem quase metade das necessidades diárias deste nutriente) e as suas funções estruturais e enzimáticas no organismo, em particular como antioxidante, catalisador da produção hormonal e necessário ao bom funcionamento do sistema imunológico.


Do ponto de vista nutricional, é de salientar o baixo valor calórico (cerca de 20-30 kcal/100g) e a baixa quantidade de gordura (0,1-0,5 g/100g). Pelo contrário, contêm um interessante valor proteico para uma fonte não animal, destacando-se os cogumelos brancos (3g proteína/100g). Esta característica e o facto de possuírem diversos aminoácidos essenciais, faz dos cogumelos um excelente alimento para vegetarianos. Contêm também algum conteúdo de fibra (nomeadamente hemiceluloses e pectinas), sobretudo os cogumelos da variedade Shitake (2,5g fibra/100g) e apreciáveis quantidades de vitaminas, minerais e substâncias com característicos antioxidantes. Ao nível dos micronutrientes, os cogumelos apresentam uma grande riqueza.


Os cogumelos caracterizam-se também pela grande riqueza em substâncias bioactivas, nomeadamente polifenóis, terpenóides, sesquiterpenos, lactonas, agentes quelantes, polissacáridos e glicoproteínas, algumas destas substâncias com elevada capacidade anti-oxidante e capazes de estimular as reações imunológicas do organismo e a resposta anti-inflamatória celular."

Portanto, o cogumelo é mesmo um excelente e delicioso alimento a ter em consideração!

Até breve,Vera